O Learn Chile é um consórcio de 21 instituições chilenas de educação superior que trabalham juntas – com apoio do Governo do Chile – para promover que mais estudantes estrangeiros escolham nosso país para viver a maravilhosa experiência de estudar no exterior.

 

Chile, grande diversidade dentro e fora do mundo académico

Com uma grande oferta de programas acadêmicos e uma das mais diversas geografias do mundo, o Chile emerge como o país ideal para estudantes e profissionais que estão procurando excelência em áreas específicas de estudo, mais tambem para curtir, lógico!

El norte de Chile alberga los más importantes centros astronómicosBasta olhar o mapa da América do Sul para apreciar que o Chile é um país longo e estreito. E quem poderia imaginar que um país com essas características convive com as variedades climáticas mais diversas du mundo? Desde o árido deserto do norte, até a chuvosas florestas do sul e antigas geleiras na Patagônia, o país andino abriga cenários geográficas para todos os gostos.

E lógico que a oferta acadêmica chilena também tem aproveitado a diversidade geográfica do país. É assim como a Universidade Católica do Norte criou o programa Atacama Inmmersion, que graças as condições especiais da árida geografia oferece programas de especialização em mineração, geologia, arqueologia e metalurgia. Sua estreita relação com os principais observatórios também permite o desenvolvimento de programas e cursos de ciências astronômicas único na América Latina.

PATAGONIANo Centro do pais, o clima mediterrânico e as vantagens geográficas lhe transformaram no maior exportador de uvas, ameixas, passas, mirtilos, truta e salmão do Pacífico. Chile também possiu de reconhecimento mundial como produtor de vinhos, águas minerais e de azeite de oliva extra virgem. E as universidades do centro aproveitaram essas condições para oferecer aos alunos internacionais programas de especialização abertos em áreas como a agricultura, o comércio, viticultura, ciências naturais e oceanografia, entre outros campos de estudo.

Leticia, estudante do Brasil que acaba de participar de um intercâmbio na Universidade Diego Portales, afirma que recomendaria a outros estudantes brasileiros estudar no Chile, principalmente aqueles que pretendem se desenvolver em arquitetura e construção, ja que eles vão aprender a lidar com terremotos e outros desastres naturais que as vezes o país sofre. “O mais interessante de viver no Chile foi ter vivido em um país que emergiu de uma ditadura há alguns anos e ser parte de uma cultura tão diferente da minha.”

O Sul do Chile no entanto, também oferece um programa acadêmico intimamente ligada às qualidades geográficas da área. No fim do ano vai começar a construção de CEBIMA (Centro de Excelência em Engenharia Biomédica Magallanes), graças a um acordo de cooperação entre a Universidade de Magallanes e da Pontifícia Universidade Católica do Chile. O projeto fará parte da zona mais meridional do país e será um importante centro de desenvolvimento científico no Cone Sul, cujo foco é a investigação dos recursos naturais da Antártica e sub-antárticas para os potenciais efeitos benéficos sobre o envelhecimento humano e regeneração celular.

Um país para todos os gostos!

A diversidade geográfica e acadêmica do Chile vai junto com a variedade de suas cidades e seus habitantes. Suas principais cidades, apesar de sua proximidade, diferem consideravelmente umas das outras. Se alguém procura viver em um cidade vibrante e cosmopolita, entao Santiago é a melhor escolha. Em tanto se prefere um lugar mais calmo e boêmio, Valparaiso, apenas a 115 km da capital chilena é a melhor decisão, ela dispoe dessas carateristicas como de uma importante oferta educativa. Tanto assim que a BBC mundo la destacou o ano de 2013 entre os 5 melhores cidades universitárias do mundo.

A vice-diretora de Marketing e Comunicação da Marca ProChile, Jennyfer Salvo, senhala que “consideramos que o Chile é um mercado muito atraente para a juventude brasileira, porque além de uma nossas instituições de alta qualidade, nossa oferta inclui tambem um país com uma grande diversidade Geographic para visitar, ordenada e financeiramente estável e com bons padrões de segurança. “

Para Eduardo Quevedo, Diretor de Hotelaria e Turismo Duoc UC Valparaiso, um dos fatores mais importantes a considerar em nosso país é a questão da segurança. “Ouso dizer que, hoje, o Chile é o país mais seguro na América Latina. Temos a polícia menos corruptos e estudos avaliam isso. Isso dá segurança sobre a questão do crime”, diz ele.

Fora das aulas, o Chile também tem aumentado sua oferta cultural graças a abertura de novos centros e festivais de música e teatro. Além da prática de esqui, surf ou trekking, que ganharam popularidade entre os chilenos e os estudantes estrangeiros que entram no país. Não há dúvida de que o Chile oferece uma experiência de viajar, aprender e estudar, sem esquecer, naturalmente, a profunda imersão na língua espanhola.

Valparaíso, ciudad universitaria y principal puerto de Chile

 

Por que estudar no Chile?

• O Chile é um país comprido e estreito localizado na América do Sul. Temos uma grande diversidade de paisagens e climas: em poucos dias é possível conhecer o deserto mais árido do mundo em Atacama, as belíssimas praias de Viña del Mar, as brancas montanhas nevadas de Antillanca e a mágica Patagônia.

• Temos estabilidade social e econômica; estamos no topo do ranking de conectividade da América Latina.

• O Chile é o país mais competitivo e inovador da América Latina. Também somos líderes em transparência e qualidade de vida na região.

• Temos uma grande e diversa oferta educativa.

• Mais de 26000 estrangeiros estudaram no Chile em 2014

• Convênios com universidades dos cinco continentes

• Programas de mobilidade flexíveis e variados

• Cursos de espanhol e cultura latino-americana

• 97% dos estudantes estrangeiros recomenda estudar no Chile

• Nosso país é o destino ideal para estudar de maneira segura, melhorar suas oportunidades laborais e viver uma experiência inesquecível no sul do mundo.

 

Oferta Acadêmica

Contato